arrow_drop_down
Filhos maduros nas Artes e Entretenimento

Filhos maduros nas Artes e Entretenimento

*Parte integrante do livro “Eu sou José | maturidade espiritual para homens de influência”

 

Baixar o livro


O Reino de Deus é paz, é justiça, mas também é Alegria! Talvez isso seja difícil de enxergar para alguns que tem uma imagem distorcida, de um deus representado por um senhor idoso e carrancudo sentado em um trono e anotando cada um dos nossos pecados e falhas.

As artes e o entretenimento servem para nos alegrar, tem a capacidade de tocar o nosso coração, e devem ser usadas de maneira santa, e em favor do Reino!

 

Há artistas, esportistas, e pessoas que levam a alegria e o entretenimento para as massas, a indústria reconhece o poder de influência dessas pessoas, e investe cada vez mais alto para se beneficiar dessa influência.

 

As qualidades de um jogador de futebol não lhe rendem milhares de reais apenas pelas suas habilidades específicas com a bola nos pés, mas pela sua capacidade de emocionar, e assim influenciar milhares de pessoas, e a indústria de consumo reconhece isso, e remuneram alto para poder utilizar-se dessa influência.

 

Mas, lembrem-se do Senhor, do seu Deus, pois é ele que lhes dá a capacidade de produzir riqueza Deuteronômio 8:18

 

Dons e talentos que não são nossos, podemos tê-los desenvolvidos, mas toda capacidade vem de Deus, e a palavra nos ensina em Lucas 12:48 que para quem muito é dado, muito será cobrado.

 

Pessoas com dons e talentos, e com chamado para as artes e entretenimento tem um poder de influência muito grande, e devem ter suas vidas no altar, sabendo que seu testemunho é amplificado pelos seus talentos, e poderão alcançar milhares de vidas através daquilo que Deus coloca em suas mãos.

 

Na Bíblia, o trabalho de “artesãos habilidosos” (Êxodo 36:1) estava sempre relacionado às coisas do tempo e era trabalho santificado, dessa forma, aqueles que produzem devem sempre estar posicionados junto ao altar, produzindo debaixo da unção e relacionamento com o Espirito Santo.

 

Espiritualmente, Jezabel é o espirito a ser combatido nessa área, espirito que procura levantar a idolatria, e colocarmos muitas coisas antes de Deus em nossa vida. E o orgulho sempre será um espírito a ser combatido por pessoas com esse chamado, e precisam ter a humildade e aceitarem ser acompanhadas para poderem cumprir seu chamado.

 

Esse é um tempo onde Deus está derramando dons e talentos específicos, a fim de levantar pessoas posicionadas com ele, com qualidades que o mundo irá reconhecer, enchendo a terra da glória dEle.

 

Pois o Reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, paz e alegria no Espírito Santo. (Romanos 14:17)

 

O faraó mandou chamar José, que foi trazido depressa do calabouço. Depois de se barbear e trocar de roupa, apresentou-se ao faraó. Gênesis 41:14

 

A cultura não está no que é aparente.

 

Depois de viver os últimos 13 anos da sua vida como um escravo, e dentro de uma prisão, José procurou cuidar da sua aparência, e apresentar-se ao faraó com a barba feira, de acordo com o costume dos egípcios.

 

Quando os irmãos de José não o reconheceram, possivelmente com seu rosto barbeado e olhos maquiados, tão diferente da cultura dos nômades pastores hebreus, José agora aparentava um Egípcio, estava inserido, infiltrado e integrado à aparência daquela cultura, porém, sua cultura interior permaneceu intacta.

 

Que contraste entre José, com sua exterior aparência de um Egípcio, ao contrario dos seus irmãos, que tinham toda aparência de pastores de ovelhas, mas internamente sua cultura estava comprometida.

 

José adquiriu a aparência do Egito, mas seu interior permaneceu intacto, sua cultura não mudou, foi uma influência direta na cultura de todo o Egito.

 

O Senhor, contudo, disse a Samuel: "Não considere a sua aparência nem sua altura, pois eu o rejeitei. O Senhor não vê como o homem: o homem vê a aparência, mas o Senhor vê o coração". 1 Samuel 16:7

 

Em nossa geração, uma época em que as mídias sociais fazem com que o valor da aparência seja maior do que a essência, a vida de José tem muito a nos ensinar.

 

Josés serão levantador por Deus, não por causa do que eles aparentam ser, mas por causa da essência e do que Deus está produzindo em seus corações.

 

Talvez a própria igreja não os reconheça, talvez a aparência esteja mais alinhada ao mundo, mas a cultura o interior estarão preservados.

 

Porque vivemos por fé, e não pelo que vemos. 2 Coríntios 5:7

 

Filhos maduros nas Artes e no Entretenimento, aqueles que falarão a língua do Egito, mas estarão intactos em seu interior, levarão a cultura do Reino para dentro do sistema, e serão influência para todos aqueles que forem impactados por sua arte e através das suas vidas.

 

Uma nova geração de esportistas que irão usar as artes e sua influência a favor do Reino. Músicos, desenhistas, pintores, escultores, artistas que irão manifestar a cultura do Reino nos filmes, teatro, cinema, quadrinhos, games, arte digital e novas expressões de arte.

 

Nosso Deus é o Deus Criativo. Somos seus filhos, feitos à sua imagem e semelhança.