arrow_drop_down
4 princípios de uma vida equilibrada

4 princípios de uma vida equilibrada

Você já se sentiu pressionado, tentando encontrar o equilíbrio certo entre as diferentes áreas da sua vida?

Com tantas demandas do dia a dia, normalmente encontrar essa harmonia é um desafio, e facilmente nos sentimos frustrados ou culpados por não conseguir dar conta de tudo.

Nesse artigo, vamos compartilhar 4 princípios que podem te ajudar a ver as coisas um modo diferente, e essa perspectiva te ajudará a encontrar o equilíbrio.


1° Aponte todas as áreas para a mesma direção

Quando falamos de equilíbrio, a imagem que vem na sua mente é de uma espécie de gangorra, com forças fazendo pressão em direções opostas?

A pressão para encontrar harmonia é ainda maior quando cada área da nossa vida tem um objetivo diferente.

Nossa mentalidade ocidental é mais “compartimentada” e costumamos enxergar cada área em “caixinhas” muito bem separadas, tentando não misturar muito as coisas (vida familiar, profissional, espiritual).

Em contra partida, a mentalidade judaica é mais holística, enxergam o ser humano como único, integral. Com essa visão, podemos ser a mesma pessoa em todas as áreas da nossa vida. Aliás, esse é o conceito de ser íntegro.

Quando somos a mesma pessoa em todos os lugares, encontrar esse equilíbrio passa a ser muito mais fácil, pois todas as áreas estarão colaborando entre si, com o mesmo objetivo, e sem tanto atrito.


2° Equilíbrio é movimento

Se você aprendeu a andar de bicicleta, sabe que é quase impossível encontrar o equilíbrio sem estar em movimento. Nossa vida não é estática, o equilíbrio não é alcançado através de regras rígidas limitando cada área. Nossa vida é dinâmica, e à medida que nos movimentamos, podemos compensar as demandas de um lado e de outro. É no decorrer do dia a dia que vamos contrabalanceando as necessidades e atenção para cada área.

Precisou passar um tempo de maior dedicação no trabalho? Compense com um dia dedicado à sua família (quem sabe um dia na semana só para o casal?).

Sente que sua vida espiritual está precisando de atenção? Separe um tempo de busca com maior intensidade.

É nessa dinâmica que nossa vida se desenvolve, e podemos usar o movimento a favor desse equilíbrio.


3° Não coloque Deus em primeiro lugar, coloque-o em todos os lugares!

Você já ouviu aquele conceito que devemos priorizar Deus, depois a família, vida profissional e por último o ministério.

Uma forma completamente diferente de entendermos Deus em 1º lugar em todas as áreas. Ele não está competindo por atenção apenas, Ele deseja participar conosco em todos os aspectos da nossa vida.

Deus deve estar em primeiro lugar na nossa família, em primeiro lugar nos nossos negócios, em primeiro lugar em nosso ministério, em tudo. Quando fazemos isso, as demais coisas vão encontrar seu lugar. (Mt 6:33)


4° Sirva a Deus, enquanto trabalha

Muitas pessoas tem uma sensação de falta de propósito com seu trabalho, simplesmente por não estarem fazendo algo mais “espiritual” (como servir em alguma atividade evangelística ou assistencial).

Esse pensamento dualista "sagrado vs secular" nos leva a separar como se fossem duas áreas distintas da nossa vida, trazendo ainda mais peso sobre aqueles que atuam em atividades tidas como “seculares”.

Na Bíblia a palavra hebraica “Avodah” usada para “adoração” é a mesma palavra usada para “trabalho".

Deus recebe nosso trabalho como adoração, dependendo sobretudo da motivação do nosso coração. (Cl 3:23)

Encontrar propósito e reconhecer sua vida profissional como um chamado te ajudará a conciliar melhor esses aspectos da sua vida, e fará com que todas as áreas da sua vida apontem na mesma direção.


Quer saber mais sobre como alcançar esse equilíbrio?

Nessa sexta-feira vamos fazer um bate-papo sobre o tema no canal do RECRIE Connect no YouTube, não perca!